0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

Não é magia é tecnologia

Imagine você ter uma mãe que fica monitorando seu humor, enquanto você dirige. Está mãe num futuro próximo será o seu carro, por incrível que pareça, e desta a vez a culpa é dos pesquisadores europeus de segurança automobilística. Eles desenvolveram um sistema baseado em câmera que captura as expressões faciais enquanto o condutor dirige e as repassa  para um algoritmo de detecção de emoção para saber se você está com raiva. A ideia é simples.  Se você está neste estado, certamente ficará mais agressivo e menos atento,  aumentando assim as chances de causar um acidente.  A mesma tecnologia também pode ser usada para medir o cansaço e fadiga, através da medição do percentual do fechamento das pálpebras. Essa informação, num futuro,  poderia dar autonomia para o carro sugerir uma pausa antes de adormecer ao volante.

Emoções universais

Este trabalho foi  desenvolvido pelo Laboratório de Processamento de Sinal 5 da EPFL ( LTS5 ) em associação com a PSA Peugeot Citroen , que utiliza uma câmera infravermelha colocada atrás do volante do carro para acompanhar as sete emoções universais.  O Medo, a raiva, a alegria , a tristeza , o nojo , a surpresa e a desconfiança são tão intrínsecos à natureza humana que eles têm movimentos musculares muito específicas e podem ser facilmente captados com uma câmera infravermelha e um software de visão computacional.

Se o rosto registra " raiva " ou " desgosto " por tempo suficiente, o software decide que o condutor está estressado e provavelmente prestes a fazer algo estúpido. O protótipo desenvolvido só informa o estado emocional, mas ele poderia ser usado para dar "poderes" para o carro, com características autônomas, tomar decisões e assumir a condução.  Você acha que está dirigindo, mas na verdade ele está desviando de outros carros e obstáculos. Ele poderia também, uma vez constatado stress, desligar a buzina para o condutor não atormentar a vida dos outros. Neste dia darei pulos de alegria (até rimou).

Condução Autônoma

Os pesquisadores querem também detectar outros estados, como a distração, e também realizar leitura labial. No futuro quando os carros forem "inteligentes" o suficiente e você se perder, ou estiver estressado, cansado ou até mesmo bêbado ele definirá o melhor caminho para casa e te levará em segurança.

Assista o vídeo abaixo que explica o funcionamento do sistema, deixe um comentário e envie-nos seu e-mail.

Até a próxima

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×